Metas para 2018

14.11.17

1. Ler um livro por mês de livre espontânea verdade: Descobrir fanfics foi uma coisa incrível, mas por causa disso eu parei drasticamente de ler livros no papel e por livre espontânea vontade. Se tudo já dava para fazer no celular, pra que o papel? Assim, durante dois anos os livros de papel se tornaram apenas os livros chatos que a escola obrigava a ler.

Em 2018 eu quero ler um livro por mês e por vontade própria; sem escola me obrigando. 

2. Passar 30 dias sem comer carne: Seguidos, hein?! Nos últimos meses reparei que sou um humano que não é vegetariano por pura opção. Tem dias que eu passo bem - ou passaria - sem comer nenhuma carne. Para tentar levar um mês mais saudável e experimentar um novo modo de vida e alimentação aí vai o desafio:

Passar 30 dias sem comer carne.

3. Passar 3 dias tomando água: Calma, eu já quase vi na pele um distúrbio alimentar e eu sei o quanto é perigoso não comer, mas não estou falando disso. Quero passar 3 dias sem beber outro líquido que não seja água, ou seja, me alimentando normalmente e no lugar de beber suco, refrigerante ou chá, beber água. E a água com gás não vale! Tem que ser a famosa água sem gosto e chata que eu tanto me queixo e reclamo. (E que na teoria era para ser a fonte de líquido do ser humano)

4. Tirar o aparelho: Essa aí será uma das mais aguardadas metas de 2018, e que eu pretendo cumpri-la o mais cedo possível. Estou desde agosto de 2015 com aparelho ortodôntico e ele é simplesmente a coisa que menos gosto em mim. Quando coloquei o aparelho em 2015 começou a contagem regressiva para o dia em que o dentista me liberar desse sofrimento, e que em 2018 ele acabe, amém. Recado pros coleguinhas que me zoaram quando eu fui a primeira da turma a colocar: sente o conceito de uma Mitty com dentes bonitos arrasando comendo maçãs de dentada -q

5. Conquistar alguma autonomia: Como a minha cidade é uma poça literalmente, a gente chama ela de poça lol não é difícil se localizar lá, então já estou começando a tentar me aventurar pelas ruas sozinha. Com esse fator e outros que eu estou tentando criar (manjar da cozinha, manjar de ficar sozinha, etc) quero em 2018 ter um pouco mais de autonomia. Voltar sozinha da escola, passear por lá, poder ficar sozinha em casa nos finais de semana que os meus pais vão pra casa do vô, isso seria muito bom. 

6. Postar de duas em duas semanas alguma coisa no Mitty Kingdom: Em primeiro lugar: eu nunca nem deveria ter saído daqui. O Mitty Kingdom já faz parte do meu organismo, e é aqui onde eu consigo me abrir e pensar um pouco nas decisões duvidáveis cof cof atitudes que tomo no meu dia-a-dia. Eu realmente não sei se alguém lê esse blog, mas no fim das contas, blogar não é algo para os outros; é algo que você faz para si, pra se lembrar de algo legal, ou gastar um pouco do seu tempo.

 E mesmo correndo o risco de só ter desabafos ou coisas parecidas, as pessoas são como a lua: têm fases. E um dia a minha fase reclamona passará, eu juro! ou talvez não